Saber sobre Hinduísmo de uma forma natural…

Acabava de chegar a Varanasi, todos me diziam que ir à India sem estar nessa cidade seria o mesmo que não ir… é a cidade santa para o hinduísmo a mais antiga da India onde passou Budda ou Jesus Cristo e onde queimam corpos Hindús na margem do rio Ganges sem parar (365 dias por ano – dizem que quem morre em Varanasi vai para o paraíso e não volta a reencarnar que se termina o sofrimento)… toda a cidade está envolta numa ténue nuvem de fumo permanente que dá a ideia do incenso numa enorme igreja ao ar livre…

Tinha vontade de chegar por toda essa “energia” e porque vinha de Nova Delhi e a verdade é que não tinha nada de especial… buscava essa India intensa e Varanasi era o lugar.

Chego ao aeroporto e ao apanhar um taxi aproximou-se um indiano que disse que poderiamos partilhar o taxi até à cidade. Disse que sim e fomos.

Contei que era de Portugal e logo me falou de Goa… Dhinakar era do sul da India, não falava o mesmo indiano que em Varanasi, e quando falava com o taxista apenas em inglês se entendiam.

Contei-lhe da minha viagem e porque estava ali que na Tailândia tinha conhecido mais sobre o Budismo e que para mim era a filosofia mais lógica e fácil de explicar por reflexologia (ser bom para receber o bem sem esperar nada…).
Mas que não entendia o Hinduísmo! apenas sabia que tinham muitos Deuses e que para mim era como a Grécia antiga misturada com Budismo. Ao mesmo tempo disse-lhe que a única coisa que me explicava que com toda a pobreza que vi na India fosse um país seguro… seria esse mesmo hinduísmo.

Dhinakar concordou e disse que as minhas viagens me ajudavam a entender melhor tudo por comparação e lógica… que por vezes tem muita dificuldade em explicar o Hinduísmo mas que se tratava de algo complexo ao inicio e que que se baseia em… acredirar! …que me iria tentar explicar um pouco mais nesses 40 minutos de viagem…
Disse que se um indiano fosse má pessoa logo viria o Deus respectivo castigar… e que isso faz com que as pessoas não sejam violentas.

e amigos… aqui começa esta história!

Dhinakar disse então “vou contar-te porque vim a Varanasi”. Era também a sua primeira vez na cidade mais importante para os Hindús. Tirou o chapéu e com a emoção muito controlada disse que a sua mãe tinha morrido fazia 2 dias e que ele trazia as cinzas com ele para depositar no rio Ganges como seria do seu agrado (Ganges que é sagrado para os Hindús é uma das 5 mães que tem cada Hindú…como os Deuses a própria mãe as vacas ou os elefantes).
Para mim foi emocionante, ao mesmo tempo estranho e um privilégio ir ali naquele momento a compartir com ele. Senti que Dhinakar ia em paz, estava feliz por ter chegado a Varanasi. Afinal não iamos 2 mas sim 3 pessoas no banco daquele taxi.
Sobre suas pernas ia uma bolsa onde dentro repousavam as cinzas de quem o trouxe a este mundo…

Contou que para o hinduísmo quem morre em Varanasi vai directo ao paraíso e não volta a reencarnar e viver sofrimento na terra… que os Hindús que vivem fora de Varanasi sempre podem trazer as cinzas como ele estava a fazer, mas que não era obrigatório.

Mais uma vez nesta viagem tudo fez sentido… Dhinakar tinha apanhado esse taxi comigo e compartia sua história ao mesmo que de uma forma natural me explicou mais sobre o Hinduísmo.

No dia seguinte durante a minha visita aos principais templos da cidade e sem explicar como voltei a encontrar Dhinakar num dos templos (numa cidade de 5 milhões de habitantes). Disse-me que já tinha completado a sua missão e que estava feliz.

Assim chegou o ninja a Varanasi… fazendo mais um amigo e de alguma forma parte deste bonito fim de vida “Hindú”.

Aqui ficam mais alguns detalhes do Hinduísmo…

Significado das cores:
Vermelho é simbolo de poder
Laranja da santidade
Amarelo da amizade
Branco da paz
Verde da natureza

…existem mais de 30 milhões de Deuses para os Hindús e os pais de cada indiano podem também ser considerados Deuses por serem criadores.

Trindade do Hinduísmo (Trimurti) ou Deuses mais importantes:

– Brahma
Deus criador do Universo. É o primeiro deus da trindade do hinduísmo.

– Shiva
Deus destruidor, que destrói para criar algo novo. É o criador da Ioga. É também conhecido como o deus “transformador”.

– Vixnu
Deus responsável pela manutenção do Universo.

Outros deuses importantes do Hinduísmo:

– Ganesha
Deus que remove os obstáculos e traz as soluções.

– Ganga
Deus do rio Ganges, o rio sagrado para os hindus.

– Indra
Deus do Céu e do trovão

– Kama
Deus hindu do amor

– Surya
Deus do Sol.

– Hanuman
– É o deus macaco na religião hindu. Possuí várias habilidades e poderes especiais.

– Yama
Deus da Morte

– Bhaga
Deus do casamento e da saúde.

– Sarasvati
Deusa do aprendizado e sabedoria.

– Laxmi
Deus da fartura, da beleza e generosidade.

– Sarasvati
Deusa hindu das artes, sabedoria e música.

Leave a Reply