6 meses passados…

46706 milhas é o total aproximado das milhas feitas nestes 6 meses de viagem…

Muitos me perguntam:
se sou o mesmo…
qual o país que gostei mais…
onde não voltava…
o que me marcou mais…
se vou conseguir voltar a trabalhar…

🙂 não faço ideia! e não vou pensar nisso…foi intenso!! valeu a pena e necessito tempo para digerir…
Mas ainda faltam uns dias para pisar a Portela em Lisboa por isso rock&roll até final!!!
…logo tudo encontrará seu rumo como sempre, porque assim é a vida e tudo com naturalidade como gosto!
A única coisa que posso dizer é que me sinto bem, tranquilo e que se pudesse continuava esta viagem porque dinheiro gasto a viajar não se chora e a nossa viagem nunca termina!!

Aqui ficam as “novas” palavras que marcaram cada um dos países onde passei:

São Tomé e Principe: povo e natureza genuínos
África do Sul: ressentimento e encontro
Brasil: segunda casa
Argentina: esperança
Chile: respeito pela natureza
Bolívia: descoberta maravilhosa
Perú: passado glorioso e gastronomía
Colômbia: educação e alegria
México: conformismo e passado fantástico
USA: superficialidade
Nova Zelândia: tranquilidade radical
Austrália: aventura e futuro
Tailândia: paz e simpatia
Camboja: amizade e história
Vietnam: superação e budismo
India: criatividade e sobrevivência
Turquia:…

É dificil escrever sobre algo específico ou fazer resumos. Contar apenas que entre, natureza, raças, linguas, comida, religiões, climas e tudo o que diferencia um país do outro, o ninja disfrutou dessas mudanças e fez por esta viagem valer a pena sempre com aquela energia, sorriso e ganas por conhecer! Contente e feliz por este caminho…

O Sporting foi o complemento perfeito desta viagem foi um grande prazer poder mostrar estas cores e encontrar sportinguistas por todo o mundo. Como foi bonito em Goa!!! 🙂
Chego a Lisboa com o meu clube a fazer uma boa liga; espero ter uma alegria este ano, sempre com a actitude que nos diferencia… Força Sporting!!

Neste resumo mais que paisagens vou colocar fotos de amigos de estrada…eles foram quem o destino fez que se cruzassem comigo e por isso fizeram parte desta viagem…sem eles a viagem teria acontecido igual mas seria outra. Com muitos deles mudei a minha rota deixei-me levar e fiz com que o meu caminho fosse o deles porque tudo tem um motivo para acontecer!
Sobre motivos… contar um episódio mais pessoal que me passou no último mês… Algo que me apareceu, cresceu, doeu e me fez pensar na vida, relativizar tudo e pensar.
Porque isto aconteceu no final da viagem…? porque era o momento para acontecer.
Em poucos dias passa tudo pela tua cabeça, tudo deixa de ter importância e sentes que estar vivo é incrivel! que não somos nada e que nesta vida a única coisa que deixas é a pessoa que foste…
foi um susto! o ninja está a 200% e a viagem ganhou outro sentido 🙂

Leave a Reply